7 Replies to “agenda”

  1. gonn, na sexta assisti a quase todo os open-spaces no outro auditório, mas estranhei ver a outra sala no momento dessa sessão tão vaiza.

    pensei que tivesse só atrasado.

  2. Viva,

    antes de mais obrigado por teres participado neste projecto colectivo que é a SHiFT.

    Dois reparos apenas, ou melhor um reparo e uma nota pessoal:

    – A SHiFT não é uma conferência de Geeks, é precisamente uma tentativa de criar uma conferência aberta a todos os cidadãos, a ideia é juntá-los a todos numa mesma sala e em conjunto debatermos o papel e as utilizações da tecnologia na nossa sociedade quotidiana, é verdade que muitos dos temas são orientados a tecnologia, mas para quem lá esteve julgo que ficou claro que muito do que por lá se falou não era exclusivamente destinado a geeks mas a também a todos os outros que ainda olham a tecnologia de lado! 😉

    O reparo, tem de facto a ver com o debate sobre o papel da tecnologia no dito jornalismo cívico, é que com uma sala tão vazia, não fazia muito sentido ter 5 importantes jornalistas a falar, talvez tivesse feito sentido, nós (organização) achámos que não. É uma nota para uma próxima edição: as sextas à tarde são muiiitoooo complicadas.

    Em todo o caso acho que valeu a pena, mas sobre isso espero que quem lá esteve fale um pouco, para não parecer tendencioso hehe 🙂

    Pedro

  3. Olá Pedro. Refiro-me ao SHiFT enquanto uma conferência para geeks um bocado a brincar.

    No entanto, e apesar da ideia de uma conferência aberta a todos os cidadãos, não posso deixar de achar que a maior parte das sessãos eram dirigidas a um público mais “esclarecido” nesta área 🙂

    Acho que valeu muito a pena – falta-me ainda um post sobre o pós-conferência. E mais comentários, que seguirão via email 🙂

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *